26 de dez de 2010

Este nome tem poder .... YHWH !!



Elohim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegaçãopesquisa
Elohim (do hebraico אֱלוֹהִים , אלהים ) é a palavra hebraica utilizada designar divindades e poderes celestiais, em especial Deus no Tanakh e naBíblia. Na Torá é o primeiro termo utilizado em relação a divindade, como consta no livro Bereshit/Gênesis: "No princípio criou Elohim aos céus e à terra". Consiste na palavra אלוה (Eloah), com o sufixo plural.
Estudiosos e gramáticos judeus[1] e cristãos têm afirmado que a forma plural teria o sentido de plural majestático,[2] ou seja, uma reafirmação do poder da divindade (algo como "Poderosissímo"), apesar de algumas ramificações cristãs reconhecerem aspectos trinitarianos no uso do termo.

Índice

Origens e uso do termo: Os estudos das origens da palavra Elohim são geralmente ligadas ao termo hebraico אל, que significa acima. A palavra אל era utilizada para designar ordinariamente as diversas divindades cananitas (comparar com o assírio Ilu), e deu origem ao termo Eloah (אלוה). Este termo, singular, que significa o acima ou deus, é comparativamente raro, ocorrendo somente em um período tardio na poesia e prosa judaica (em , 41 vezes). Algumas outras teorias, conectam o termo Eloah ao verbo árabe alih (ficar perplexo, temer), fazendo com que Eloah signifique "objeto de temor e reverência".[2]

Elohim é o plural do termo Eloah , mas usada em algumas vezes no sentido singular nas traduções e interpretações das Escrituras Judaico-Cristãs. Elohim literalmente significa os elevados (ou deuses), contudo é traduzido por deus ou Deus em certas condições de sintaxe. Na grande maioria dos casos de uso, o termo se refere ao Deus Único de Israel. Têm-se afirmado que a forma plural teria o sentido de plural majestático(comparar com o uso plural de termos como baal (dono, senhor) e adon (amo, senhor)). Alguns deuses eram também chamados de Elohim, e as Escrituras utilizam tais termos em referência aos seres humanos e outros seres.
Nas Escrituras judaico-cristãs, o termo ocorre já na primeira sentença. A tradução padrão para Gênesis 1,1 é: "No princípio criou Deus os céus e a terra".
Uma tradução literal da sentença é: בְּרֵאשִׁית בָּרָא אֱלֹהִים אֵת הַשָּׁמַיִם וְאֵת הָאָרֶץ
"No princípio criou os Deuses os céus e a terra". Gênesis 1:1
Em hebraico transliterado:
"Bereshit bara Elohim et hashamayim ve'et ha'arets. Bereshit 1:1
O termo בָּרָא no caso está no singular. Caso estivesse no plural, o correto seria a adoção de בראו .

Controvérsias: Para algumas ramificações cristãs o significado da palavra "Elohim" (plural), demonstraria a presença do conceito de Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Segundo os trinitários esta palavra reflete também a pluralidade da Trindade que se mostra, por exemplo, na criação do homem, quando geralmente se traduz "façamos o Homem à Nossa imagem, conforme a Nossa semelhança." e "o Homem será um de Nós, sabendo do bem e do mal".

Em referência a outros seres: Alguns textos das Escrituras utilizam o termo Elohim em referência a outros seres, como o ser humano, denotando assim um ser humano com poder acima de outros seres humanos comuns. Encontra-se em Shemot (Êxodo) 4:16, quando O Eterno יהוה designa Moshê (Moisés) e Aharon (Arão) para irem ao encontro do Faraó.

O texto em português diz: "E ele [Aharon] falará por ti [Moshê] ao povo; e acontecerá que ele [Aharon] te será por boca, e tu [Moshê] lhe serás por Deus ['Elohim']".Êxodo 4:16
No hebraico transliterado, o texto é: "Vediber-hu lecha el-ha'am vehayah hu yihyeh-lecha lefeh ve'atah tihyeh-lo le'Elohim". Shemot 4:16
O mesmo exemplo acontece em Shemot (Êxodo) 7:1:
"Então disse O Eterno [Adonai] a Moshê: Eis que te tenho posto por Deus [Elohim] sobre Faraó, e Aharon, teu irmão, será o teu profeta".Êxodo 7:1
Vayomer Adonay el-Moshe re'eh netaticha Elohim le-Far'oh ve'Aharon achicha yihyeh nevi'echa." Shemot 7:1
Nos Tehilim (Salmos) 82:6, também, a palavra אלהים (Elohim) aparece para designar aqueles a quem a Palavra do Eterno era dirigida.

D-us

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegaçãopesquisa
D-us (D'us) é uma das formas utilizadas por alguns judeus de língua portuguesa para se referirem a Deus sem citar seu nome completo, em respeito ao terceiro mandamento recebido por Moisés, através do qual Deus teria ordenado que seu nome não fosse falado em vão. [carece de fontes?]
O judaísmo então cumpriu o mandamento não escrevendo o nome de Deus em nada que se consuma. Exemplificando, escrever o nome de Deus em um papel, o fogo pode consumi-lo.[carece de fontes?]
Outras formas utilizada pelos judeus para o mesmo fim é Adonai ou HaShem.
Além da forma D-us, utiliza-se também D'us com o mesmo objetivo.

Adonai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegaçãopesquisa
Adonai (אדני em hebraico): significa "meu Senhor", ou "meus Senhores", como discutido adiante. É o título de superioridade utilizado para Deusna Bíblia Hebraica (ou Velho Testamento, segundo a terminologia cristã. Nenhum outro título aplicado a Deus é mais definitivo do que este.[carece de fontes?]
Etimologicamente é o plural de Adoní ("meu senhor"), pela combinação de seu plural adoním e do sufixo do pronome possessivo, primeira pessoa do singular, resultando na forma Adonai. Este plural foi sujeitado às várias explanações. Pode ser olhado como um abstractum do plural, e porque ele indicaria a grandeza e o ponto divino de Deus, como o Senhor dos Senhores. Esta explanação tem o endosso dos gramáticos hebreus, que distinguem um virium do plural, ou do virtutum. Outros preferem designar este termo como o excellentiæ do plural, os magnitudinis, ou os majestatis do plural. Olhar para ele como um termo de polidez tal como o Sie alemão para o du. O pronome possessivo não tem não mais significado nesta palavra do que tem em Rabbi (meu mestre), em Monsieur, ou em Madonna.
Adonai é também o substituto perpétuo para o Tetragrama YHWH, nome divino que não deve ser pronunciado, segundo a tradição judaica. Desta forma, sempre da ocorrência do Tetragrama YHWH no texto bíblico, ler-se-á Adonai. Contudo, isso tradicionalmente só se aplica no contexto da reza ou leitura pública do texto. Quando fora destes contextos, porém, costuma-se substituir YHWH pelo termo hebraicoHaShem, que significa "O Nome".

20 de dez de 2010

O Evangelho das Rosas

Vou publicar aqui, um texto muito interessante. 
Engraçado, com um toque de certa ironia, porém, muito real. 
Excelente texto. 

No amor de Cristo,
Trabalhando pelo Reino,a serviço do Rei Jesus.
Miquéias Castreze

O Evangelho das Rosas

Pr. Airton Evangelista da Costa
ESTAVA ENGANADO o poeta quando disse que “as rosas simplesmente exalam o perfume que roubam de ti”. Ontem, através de um programa da televisão, um entusiasmado pastor quase me convence de que as rosas possuem poderes miraculosos. Sem emitir uma só palavra ou exalar qualquer perfume, elas seriam capazes de afastar todos os males.
   Ótima ideia. Comprarei muitas rosas numa floricultura, as espalharei por toda a casa e estarão resolvidos meus problemas materiais e espirituais. Engano. Só servem as rosas adquiridas no santuário daquela igreja, tocadas pelas mãos ungidas do sacerdote. Ótimo. Convidarei o pastor para ungir as inúmeras rosas do meu jardim e serei beneficiado por muitos anos. Errado. Só funcionam as rosas de plástico fabricadas sob a orientação dos ungidos de Deus. De plástico? O entusiasta pastor estava muito longe para ouvir minha pergunta.
   Ele estava impecavelmente vestido e não vi no seu semblante qualquer sinal de debilidade mental. Falava com a segurança e convicção de quem encontrou o grande segredo do evangelho. “Esta rosa – dizia – “afastará de sua casa a inveja, as maldições, as doenças, a pobreza”. As ovelhas, em pé, atentas ao falar do homem de Deus, seguravam com carinho suas rosas.
  Depois, em continuidade ao programa televisivo, alguns testemunhos: “Depois que levei a rosa para minha casa, tudo ficou melhor; estava há dois dias com dor de cabeça, e fiquei curada; Sou muita grata à rosa”.
   Fiquei a meditar com meus botões. De fato, é mais fácil acreditar numa rosa tangível, que se vê. Deus é invisível e exige fé, obediência, submissão, humildade, entrega, conversão. A rosa nada pede. Posso toca-la e carrega-la como e quando bem desejar. Por que não concentrar a minha fé em algo palpável? Continuei a meditar. Se o princípio é este, tanto faz uma rosa, como uma vassoura, um lençol, um sabonete, um machado, uma pedra, qualquer coisa, até um sapo. Logo, as imagens dos santos católicos seriam muito mais autênticas.
   Aconselho o convicto pastor a escrever “O Evangelho das Rosas”. No roseiral desse evangelho não há espinhos. Nem cruz. É um jardim perfumado pela fragrância das rosas.
   Nas novas Boas Novas, Mateus 16.24 seria escrito assim: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome nas mãos a sua rosa, e siga-me”. Marcos 16.16-18, seria reeditado: “Quem receber a rosa ungida será salvo; quem não tiver, será condenado. Com a rosa ungida, expulsarão demônios. Porão a rosa sobre os enfermos e estes serão curados”. Lucas 4.18-19 ficaria reduzido a: “Eu vim para distribuir as rosas da prosperidade e da libertação dos cativos”.
Fonte: www.palavradaverdade.com

18 de dez de 2010

NUVEM DE GLÓRIA E COLUNA DE FOGO - Miquéias Castreze


“O Senhor ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem e os dois para os guiar pelo caminho,  
e de noite numa coluna de fogo para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite. 

Não desaparecia de diante do povo a coluna de nuvem de dia, nem a coluna de fogo de noite” - 
Êxodo 13: 21 e 22 



Quando Faraó libertou os filhos de Israel do cativo, Moisés levou consigo uma grande massa de gente. 
Estavam no deserto desprovido de qualquer humana que os favorecesse, sendo assim, Deus manifesta do Seu poder e coloca de dia uma coluna de Nuvem, Nuvem de Glória para os guiar durante o dia, e coluna de Fogo, durante a noite, para os alumiar.


Assim é que age o único e verdadeiro Deus. 



Co
ntra tudo e contra todos que materializam a fé. 
Àquele que vai contrário à relatividade e contra todo ideal humano. Entregue sua vida a esse Deus, faça isso hoje, agora mesmo e verás como Ele, Tem grandes propósitos e ministérios pra sua vida.


Àquele que é capaz de colocar à nossa frente, se preciso for, Nuvem de Glória e Coluna de Fogo

No amor de Cristo, trabalhando pelo Reino, a serviço do Rei Jesus.

13 de dez de 2010

O DIABO É MENTIROSO - Miquéias Castreze

O DIABO É MENTIROSO

João 8: 38 à 45

38 ¶ Eu falo do que vi junto de meu Pai, e vós fazeis o que também vistes junto de vosso pai.
39 Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse-lhes: Se fósseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão.
40 Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido; Abraão não fez isto.
41 Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe, pois: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é Deus.
42 Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.
43 Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra.
44 Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.
45 Mas, porque vos digo a verdade, não me credes.

Isaías 53: 4 e 5 
4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
5Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.


Satanás sugere muitas coisas na nossa mente, se ouvirmos ele, ele se torna nosso “PAI”. 

Diabo = PAI DA MENTIRA

MAS PORQUE ELE É MENTIROSO?

Porque JESUS morreu por nós
e levou na cruz tudo aquilo que não era dEle,
e estava na nossa vida.


Jesus PERMITE apenas o que  esta designado para nossa vida e nada mais.
Porque Ele já levou tudo na cruz do calvário.
  
NÃO TENHA CORAÇÃO DIVIDIDO, Tenha fé em Jesus Cristo,

NAO DÊ OUVIDO A SUGESTÃO DO DIABO PARA AS NOSSAS VIDAS.





10 de dez de 2010

23 MINUTOS NO INFERNO

















Você já leu esse livro?

Se não leu, aqui  tem uma série reduzida do livro, contando de forma sucinta a visão do Inferno, testemunho do nosso irmão Bill Wiese, dos Estados Unidos, que conta sua experiência de 23 minutos dentro no inferno. Veja os Videos, são em 7 partes.

Vale muito ouvir, e prestar muito atenção nessa experiência, real e verdadeira.

Deus os abençõe.
Miquéias Castreze


23 MINUTOS NO INFERNO


Video 1: http://www.youtube.com/watch?v=_KhB6FwrZ0g

Video 2: http://www.youtube.com/watch?v=tNKpeDlqEHU

Video 3: http://www.youtube.com/watch?v=D9AsxNiD5wE

Video 4: http://www.youtube.com/watch?v=9Ua7KSQEBCw
Video 5: http://www.youtube.com/watch?v=15niD3lTRaU

Video 6: http://www.youtube.com/watch?v=zT6qNkudFgM

Video 7: http://www.youtube.com/watch?v=yX0J0LhZ-0U